Utilizamos cookies para assegurar que lhe fornecemos a melhor experiência na nossa página web. Ao continuar a navegar consideramos que aceita o seu uso. Leia aqui a nossa Politica de Cookies.

Compreendo e Aceito

A ANI apresentou os resultados finais da Task Force ‘SoftPower’ – Competences and soft skills in Innovation agencies at the break of a new model for Innovation support in the EU, num evento coorganizado com a NESTA, a fundação global para as políticas de inovação, no passado dia 25 de abril, no Luxemburgo. A sessão reuniu vários representantes de agências de inovação de toda a Europa numa discussão aberta sobre os seus serviços de apoio não-financeiro e as respetivas competências que estas agências deverão incorporar no futuro para melhorarem o seu desempenho nesses serviços.

Disponibilização de informação útil, serviços de mentoring e coaching, consultoria e aconselhamento, apoio na gestão de inovação, matchmaking ou formação, têm sido oferecidos pelas agências de inovação na Europa de uma forma pouco customizada e em associação aos programas de apoio financeiro. No entanto, reconhecida a elevada importância destes apoios, que têm o potencial de maximizar os impactos dos apoios financeiros, verifica-se uma tendência para as agências de inovação centralizarem as suas atividades de promoção nestes serviços e transformarem-nos num apoio adaptado às necessidades concretas das empresas e outras entidades.

Os resultados recolhidos no âmbito da Task Force ‘SoftPower’, que serão publicados em breve, apontam para a necessidade de uma melhor definição da posição das agências de inovação e das suas responsabilidades dentro do ecossistema de inovação, ou uma maior capacidade interna na prestação destes serviços. A contratação de novas competências e experiências diversificadas no quadro dos recursos humanos é, pois, um caminho a perseguir.

Desta iniciativa resultou também uma importante recomendação para os decisores políticos: apenas através de uma maior flexibilização das regras de aplicação dos meios financeiros (particularmente dos fundos estruturais europeus) se promoverá uma maior confiança sobre as agências de inovação nacionais e regionais na utilização dos meios disponíveis ao apoio às empresas e aos investigadores, e uma maior adaptação dos apoios públicos às necessidades do ecossistema.

A ANI apresentou posteriormente estas conclusões num evento organizado no âmbito da Presidência Luxemburguesa da TAFTIE e co-organizado pelo Banco Europeu de Investimento, com a presença de representantes da Comissão Europeia.

Espera-se que o trabalho desenvolvido no âmbito desta Task Force forneça bases sólidas para uma maior clareza sobre as atividades e as competências a introduzir no apoio público às atividades de I&D empresarial e de inovação, contribuindo para o desenvolvimento de estratégias com vista a uma aproximação progressiva desse apoio às reais necessidades do mercado.

O relatório final desta task force será publicado em junho de 2019.

Mais informações sobre a TaskForce ‘Softpower’

Mais informação sobre os eventos decorridos no Luxemburgo

Consulte o artigo publicado pela NESTA onde poderá encontrar mais informação sobre o trabalho realizado pela ANI no âmbito da Task Force 'SoftPower'

13/05/2019
calendário
DOCUMENTOS DE APOIO
Sem Documentos
CONTACTOS
info@ani.pt
Tel.: +351 21 423 21 00
PARTILHAR NAS REDES SOCIAIS |