Utilizamos cookies para assegurar que lhe fornecemos a melhor experiência na nossa página web. Ao continuar a navegar consideramos que aceita o seu uso. Leia aqui a nossa Politica de Cookies.

Compreendo e Aceito

O novo concurso para projetos de I&D em copromoção no âmbito das Parcerias Internacionais com a Universidade de Carnegie Mellon, o MIT e a Universidade do Texas em Austin (UT Austin), que encerrou no passado dia 19 de junho, mobilizou quase uma centena de entidades nacionais (98 entidades).

A ANI, organismo designado para rececionar e analisar os projetos, recebeu 41 candidaturas que correspondem a um investimento global proposto superior a 71 M€, dos quais quase metade (34,6 M€) foi apresentado por empresas. Com 17 projetos, foi o programa CMU – Portugal que registou o maior número de candidaturas, seguindo-se o Programa UTA – Portugal, com 14 e, finalmente, o Programa MIT – Portugal, com 10.

As 41 candidaturas envolvem 184 promotores, 71 dos quais são empresas e 113 são entidades não empresariais do Sistema de Investigação e Inovação (SI&I). A participação de empresas e de entidades não empresariais em mais do que um projeto (60 empresas registam 71 participações, 38 entidades não empresariais registam 113 participações) revela uma forte aposta do ecossistema de inovação nacional nas Parcerias Internacionais com as três universidades norte-americanas, aposta essa reforçada, em 4 candidaturas, pela constituição de parcerias com entidades não empresariais localizadas nos Açores.

De salientar a adesão dos Centros de Interface Tecnológico (CIT) e Centros de I&D, com 54 participações, e das Instituições de Ensino Superior, com 51 participações. Os Laboratórios Colaborativos (CoLAB) começam a assumir-se neste domínio, registando 6 participações. Do lado das empresas, verificou-se que quase 60% das participações correspondem a Micro e Pequenas e Médias Empresas (PME).  A maior fatia do investimento proposto está prevista para a Região Norte (54%), seguida da Região de Lisboa e da Região Centro, com 27% e 18%, respetivamente.

 

Sobre as Parcerias Internacionais

Este concurso marca a terceira fase das Parcerias Internacionais, cujos protocolos foram renovados em 2018, uma década a após a sua criação, no âmbito da iniciativa GoPortugal.

Pretende-se atribuir às empresas nacionais o papel de dinamizadoras das redes e de projetos colaborativos, com o apoio das instituições de I&D portuguesas e tirando partido da experiência e do conhecimento das universidades norte-americanas. O objetivo é o de promover o posicionamento das empresas nacionais nas cadeias de conhecimento e inovação internacionais, contribuindo para o reforço da competitividade e inovação do tecido económico e do ecossistema de inovação em Portugal.

Para o período 2018-2030, a iniciativa GoPortugal – Global Science and Technology Partnerships Portugal tem como objetivo estimular o desenvolvimento científico e empresarial, promover a afirmação de Portugal no mundo através da valorização científica e económica de uma agenda inovadora sobre “Interações Atlânticas”, atrair financiamento e mobilizar diversos atores, nacionais e internacionais, com uma abordagem inovadora em diversas áreas do conhecimento. Esta nova fase proporcionará a criação de emprego qualificado, atraindo para Portugal recursos humanos de reconhecido mérito internacional.

incentivos financeiros Projetos em Copromoção Parcerias Internacionais
24/06/2019
calendário
DOCUMENTOS DE APOIO
Sem Documentos
CONTACTOS
info@ani.pt
Tel.: +351 21 423 21 00
PARTILHAR NAS REDES SOCIAIS |

Relacionado com as notícias