Utilizamos cookies para assegurar que lhe fornecemos a melhor experiência na nossa página web. Ao continuar a navegar consideramos que aceita o seu uso. Leia aqui a nossa Politica de Cookies.

Compreendo e Aceito

O total de financiamento atraído por instituições portuguesas em concursos lançados em 2018 atinge um novo máximo de 174 M€, ultrapassando em cerca de 30 M€ os valores captados em anos anteriores.

 

Os últimos resultados dos concursos europeus relativos a 2018, anunciados esta manhã em Bruxelas, incluem 11 novos projetos financiados com a coordenação de investigadores de instituições nacionais. Portugal obteve o maior número de medidas aprovadas no âmbito do Programa “Twinnings”, com 9 projetos aprovados, 7 dos quais coordenados por instituições portuguesas. Foram ainda financiadas duas propostas do programa “Teaming” e duas iniciativas “ERA-Chairs”.

Destaca-se, em particular, o BIOPOLIS, coordenado por Nuno Ferrand, presidente do CIBIO da Universidade do Porto, que obteve a classificação mais alta na avaliação do programa Teaming, à frente da lista de 12 projetos aprovados. O Programa “Teaming” apoia a criação de centros de excelência, em parceria com centros congéneres de uma instituição de excelência comprovada nesse domínio.

Foi também aprovado para financiamento um segundo projeto “Teaming”, coordenado pela Universidade de Coimbra com o apoio da CCDR-Centro. Cada projeto “Teaming” recebeu um financiamento de 15 M€, dos quais 12,5 M€ destina-se para instituições nacionais.

As medidas no âmbito do Programa “Twinnings” financiam atividades científicas com instituições de países do centro e norte da Europa para reforçar relações que permitam a formação de consórcios financiáveis no âmbito de fundos europeus a médio e longo prazo.

As iniciativas “ERA-Chairs” apoiam instituições de ensino superior e de investigação para atrair e manter recursos humanos altamente qualificados que dinamizem as mudanças necessárias para alcançar excelência de forma sustentada. Os projetos agora aprovados foram atribuídos ao Instituto Ibérico Internacional de Nanotecnologias (INL), e ao CIBIO, este último numa parceria África Austral centrada em Angola.

Estes concursos e iniciativas enquadram-se no âmbito do subprograma “Widening” do Horizonte 2020 (H2020), que tem como objetivo promover a capacitação das regiões mais periféricas da Europa para uma participação mais competitiva em atividades de investigação e inovação. O “Widening” atribui fundos estruturantes para recrutamento ou formação avançada de recursos humanos ou cooperação científica que permitam a dinamização dos vários intervenientes em redor de um projeto de base científica, de interesse regional, nacional e internacional.

Os resultados agora conhecidos, que representam um novo financiamento total para as entidades nacionais no valor de cerca de 33 M€, reforçam a ambição de Portugal de duplicar a sua participação no próximo programa-quadro europeu de Investigação e Inovação (9.º Programa Quadro Europeu para Investigação e Inovação, denominado de “Horizonte Europa”) e programas afins relevantes para as atividades de investigação e inovação em Portugal (o Programa Europeu para o Espaço e os programas “Europa Digital” e “Interligar Europa”, entre outros), no âmbito do próximo quadro financeiro plurianual da União Europeia que decorrerá entre 2021-2027.

Com estes resultados, as instituições nacionais captaram já um total de 174 M€ em concursos lançados em 2018, ultrapassando os valores atraídos desde 2014, entre 140 e 150 M€.

Recorde-se que estão em curso, desde o dia 20 de março. as Jornadas PERIN 2019 “+Ciência, +Europa”, que espelham essa ambição. A rede PERIN (Portugal in Europe Research and Innovation Network), desenvolvida a partir do Gabinete de Promoção do Programa Quadro de I&DT, visa garantir uma estratégia de convergência efetiva para a Europa do Conhecimento até 2030, facilitando a concretização da «Estratégia de Inovação para Portugal 2018-2030» através de um debate conjunto e profundo por todo o país e em áreas prioritárias no que diz respeito à promoção das atividades de investigação e desenvolvimento (I&D) em Portugal: saúde, inteligência artificial, tecnologias de produção e agroalimentar.

Consulte o programa geral das Jornadas PERIN 2019 “+Ciência, +Europa”

perin Horizonte 2020
02/04/2019
calendário
DOCUMENTOS DE APOIO
Sem Documentos
CONTACTOS
info@ani.pt
Tel.: +351 21 423 21 00
PARTILHAR NAS REDES SOCIAIS |