PT | EN


A segunda edição do Prémio Nacional de Jornalismo de Inovação (PNJI), promovido pela Agência Nacional de Inovação (ANI), traz sete novas categorias e novos parceiros, para promover o jornalismo de inovação de base científica e tecnológica nacional. As candidaturas estão abertas até ao dia 13 de setembro (23h59).

Neste ano, aos jornalistas juntam-se estudantes e entusiastas de comunicação que têm distinções especiais dedicadas aos seus trabalhos (Menção Honrosa Academia e Menção Honrosa Blog/Podcast). As peças jornalísticas profissionais também estão organizadas em novas categorias, desenhadas em conjunto com a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC): Nacional Escrito; Nacional Audiovisual; Nacional Áudio; Nacional Multimédia; e Regional.

Além da ERC, também o Sindicato dos Jornalistas se associa a esta iniciativa promovida pela ANI. Ambas as entidades participarão na avaliação das candidaturas. No total, a ANI vai premiar os vencedores das cinco categorias com 20 mil euros (4 mil euros por categoria). Às Menções Honrosas será atribuído um troféu.

No ano passado, a primeira edição do PNJI premiou três peças jornalísticas. Os vencedores foram Rute Fonseca, da TSF, António Sarmento, do Jornal Económico, e Nuno Costa, do Sul Informação.

As candidaturas devem respeitar critérios de admissibilidade e de avaliação, disponíveis no regulamento do prémio.

Mais informações.

O Prémio Nacional de Jornalismo de Inovação é promovido no âmbito do SIAC – Iniciativa de Transferência de Conhecimento, cofinanciada pelo COMPETE 2020, através do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Um Projeto SIAC - Iniciativa de Transferência do Conhecimento

SIAC PNJI
04/07/2019
Calendário
Documentos de Apoio
Sem Documentos
Contactos
info@ani.pt
Tel.: +351 21 423 21 00
PARTILHAR NAS REDES SOCIAIS |

Relacionado com os eventos