PT | EN


3,8 M atribuídos a 16 entidades nacionais

A Comissão Europeia financiou 9 projetos colaborativos de I&D nacionais com 3,8 M€, no âmbito do Cluster 2 - Cultura, Criatividade e Sociedade Inclusiva, do Horizonte Europa. No total, foram submetidas 152 propostas com participação nacional, das quais 16 foram selecionadas para financiamento, correspondendo a cerca de 2,4% do financiamento global disponível.

Este financiamento tem como objetivo o desenvolvimento de temáticas, como o impacto das plataformas digitais nas instituições e democracias europeias, a inovação do setor cultural e criativo, a educação e inclusão social e digital, a transformação das cadeias de abastecimento e o seu impacto social.

Um dos projetos selecionados, o In Situ, é coordenado por uma entidade nacional, o Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. Quatro entidades portuguesas selecionadas participam pela primeira vez em concursos de financiamento no programa-quadro europeu de I&I, nomeadamente o Coliseu do Porto, Fórum Dança – Associação Cultural, FITEI – Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica e Medidata.net – Sistemas de Informação para Autarquias.

Os projetos irão ser conduzidos em colaboração por consórcios formados por entidades originárias de vários países europeus e associados ao Horizonte Europa.

Com estes resultados do cluster 2 - Cultura, Educação e Democracia verificamos que a taxa de financiamento neste primeiro ano do Horizonte Europa é, para já, o triplo da alcançada no primeiro ano do Horizonte 2020 (anterior programa-quadro)”, realça Joana Mendonça, Presidente da ANI.  

Em Portugal, o Cluster 2 do Horizonte Europa: Cultura, Criatividade e Sociedade Inclusiva é acompanhado pela ANI, no âmbito da rede PERIN.

 

horizonteeuropa
24/02/2022
Calendário
Documentos de Apoio
Sem Documentos
Contactos
info@ani.pt
Tel.: +351 21 423 21 00
PARTILHAR NAS REDES SOCIAIS |