PT | EN


ANI anuncia vencedores da 3ª edição

Manuel Pestana Machado, do Observador, André Rodrigues, da Rádio Renascença, Bruno Filipe Pires, do Barlavento, Mariana Nogueira Miranda, do Jornal Universitário do Porto, e Duarte Baltazar, da RTP, são os vencedores da 3ª edição do Prémio Nacional de Jornalismo de Inovação (PNJI), promovido pela ANI, com o objetivo de valorizar e reconhecer o jornalismo sobre inovação de base científica e tecnológica.

A 3ª edição da iniciativa volta a contar com o apoio da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) e do Sindicato dos Jornalistas e culminou numa Cerimónia de anúncio dos vencedores, no Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia em Évora, a 11 de novembro, que contou com a participação do Secretário de Estado Adjunto e da Economia, João Neves, e a vogal do Conselho de Administração do COMPETE 2020, Alexandra Vilela.

Manuel Pestana Machado, do Observador, venceu na categoria Nacional Escrito, com a peça “Estes portugueses querem acabar com as caixas de supermercado”. Na categoria Nacional Áudio, André Rodrigues, da Rádio Renascença, foi premiado com a reportagem “ColRobot quer revolucionar setor automóvel e aeroespacial”. Já na categoria Regional, foi distinguida a peça “Marcelo vem conhecer Catamarã eletrosolar algarvio em Vilamoura” de Bruno Filipe Pires, do Barlavento. Os vencedores de cada categoria obtiveram um prémio no valor de 4.000€.

Foi igualmente atribuída uma Menção Honrosa Academia a Mariana Nogueira Miranda com o trabalho “Tecnologia portuguesa mede radioatividade do Tejo” publicado no Jornal Universitário do Porto.

Pela primeira vez, a ANI atribuiu uma Menção Honrosa especial ao jornalista Duarte Baltazar, da RTP, pela reportagem “O despertar da Ilha”, um trabalho que se destaca pela sua excelente qualidade jornalística, abordando a importante temática de Inovação Social, mas que não está prevista no regulamento do PNJI, destinado apenas à inovação de base científica e tecnológica, pelo que não pôde ser considerado.

“O jornalismo sobre inovação de base científica e tecnológica tem margem para crescer em muitos órgãos de comunicação social” salienta o Presidente da ANI, Professor Eduardo Maldonado, recordando que é necessário “incentivar cada vez mais a produção de trabalhos que demonstrem o elevado impacto que a I&D tem na vida de cada um de nós e na competitividade da economia”.

Este ano, a 3ª edição do Prémio Nacional de Jornalismo de Inovação atinge um recorde de 65 candidaturas, o que representa um aumento de 75% face a 2019.

 

Veja o vídeo-resumo do PNJI 2020

 

O Prémio Nacional de Jornalismo de Inovação é promovido no âmbito do SIAC – Iniciativa de Transferência de Conhecimento, cofinanciada pelo COMPETE 2020, através do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

PNJI 2020 - Vencedores

SIAC
11/11/2020
Calendário
Documentos de Apoio
Sem Documentos
Contactos
info@ani.pt
Tel.: +351 21 423 21 00
PARTILHAR NAS REDES SOCIAIS |

Relacionado com os eventos