Utilizamos cookies para assegurar que lhe fornecemos a melhor experiência na nossa página web. Ao continuar a navegar consideramos que aceita o seu uso. Leia aqui a nossa Politica de Cookies.

Compreendo e Aceito

Foi a propósito do 3.º Demonstrador Tecnológico da ANI que o INESC TEC inaugurou um novo laboratório de investigação, numa cerimónia que contou com a presença do Secretário de Estado da Economia, João Correia Neves, do Presidente da ANI, Eduardo Maldonado e do Presidente do INESC TEC, José Manuel Mendonça. O Industry and Innovation Lab (iilab) vai dedicar-se às tecnologias avançadas de produção, com enfoque nas potencialidades da Indústria 4.0.

João Correia Neves interveio na cerimónia de abertura, apresentando a trajetória que o Governo pretende seguir para manter o crescimento da economia, sustentando-a na inovação. Torna-se necessário “trabalhar a difusão do conhecimento pelas empresas de forma articulada com o ciclo de inovação para sermos competitivos no mercado global”, uma vez que internamente o país está limitado do ponto de vista de escala.

Mas o desafio é complexo, passando, simultaneamente, por incorporar maior valor nos produtos e serviços, e aumentar a produtividade nas organizações económicas. Para tal, a transferência do conhecimento enquadrada no ciclo de inovação terá de ser um trabalho conjunto. “Não há outra solução”, garante João Correia Neves.

Demonstrador Tecnológico, uma iniciativa que nos faz sair do “PowerPoint

A sessão de abertura também incluiu uma análise do Presidente da ANI à iniciativa do Demonstrador Tecnológico, que aborda “os setores mais “tradicionais” até aos mais avançados tecnologicamente”. “Todas as áreas são relevantes e cruciais para a modernização do nosso sistema de inovação nacional e regional”, assegurou Eduardo Maldonado.

O Presidente da ANI destacou, ainda, que Portugal tem um “razoável défice” no que diz respeito à Indústria 4.0 e indústrias digitais. A Agência combate-o com a organização da iniciativa Demonstrador Tecnológico, que ocorre em diferentes Centros de Interface (CIT), centros de investigação reconhecidos pelo Ministério da Economia e apoiados pela ANI.

Também o Presidente do INESC TEC elogiou a iniciativa. “Esta série de Demonstradores Tecnológicos faz-nos sair do ‘PowerPoint e demonstrar”, explicou José Manuel Mendonça, destacando o caráter prático e físico dos eventos que abrem as portas das instalações dos CIT aos participantes.

Mais de 1 milhão de euros investidos no novo iilab

O iilab, já equipado com 12 robôs, será um espaço de experimentação de tecnologias avançadas especialmente dedicado às empresas industriais que utilizam e desenvolvem tecnologias avançadas de produção.

O novo laboratório representa um investimento superior a um milhão de euros provenientes de projetos nacionais com financiamento ao abrigo do programa Portugal 2020 – cerca de 700 mil euros –, projetos de financiamento europeu – aproximadamente 300 mil euros – e prestações de serviço a empresas – cerca de 300 mil euros. Não havendo financiamento específico, o Presidente do INESC TEC agradeceu às entidades envolvidas, destacando a “adesão em massa das empresas”.

Na inauguração do iilab, os participantes puderam assistir a várias apresentações dos projetos desenvolvidos, assim como ao anúncio de um curso intensivo e específico para decisores e líderes, no sentido de se sensibilizarem para a transformação digital das empresas.

José Manuel Mendonça enquadrou, ainda, o iilab no contexto do INESC TEC, que “não é uma instituição de investigação clássica”. “O objetivo do INESC TEC é estreitar relações entre instituições de ensino superior e empresas; fazer investigação de excelência, relevante e com impacto social; e ser um ator a nível internacional”, explicou. Com 745 investigadores, dos quais 339 doutorados, o CIT é um dos atuais líderes de registos de patentes em Portugal.

No final da manhã, o Administrador da ANI, António Bob Santos, encerrou o evento, convidando a audiência para o próximo Demonstrador Tecnológico, que ocorrerá na Associação para Investigação Biomédica em Luz e Imagem (AIBILI), em Coimbra, no dia 6 de junho. Por último, anunciou o evento TECH@PORTUGAL, organizado pela ANI e que terá lugar no dia 4 de julho, na Alfândega do Porto, dedicado à demonstração tecnológica desenvolvida em Portugal.  

Recorde os melhores momentos:

AIBILI recebe próximo Demonstrador Tecnológico no dia 06 de junho

O próximo Demonstrador Tecnológico ocorre no próximo dia 06 de junho, na Associação para Investigação Biomédica em Luz e Imagem (AIBILI), em Coimbra. “Transferência de Tecnologia em Saúde” é o tema da quarta edição, promovida pela ANI.

O Demonstrador Tecnológico é promovido no âmbito do SIAC – Iniciativa de Transferência de Conhecimento, cofinanciada pelo COMPETE 2020, através do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Um Projeto SIAC - Iniciativa de Transferência do Conhecimento

SIAC Roteiro da Inovação demonstrador tecnológico CIT cit
29/05/2019
calendário
DOCUMENTOS DE APOIO
Sem Documentos
CONTACTOS
info@ani.pt
Tel.: +351 21 423 21 00
PARTILHAR NAS REDES SOCIAIS |